(Re)habitar o Parque da Alta-vila

cartazProcuramos pessoas de todas as idades para participarem como voluntários no projeto ESTUFAS, um espetáculo CIRCOLANDO* com participação da LUD’IN.

O primeiro encontro do projeto vai ter lugar no próximo sábado, 2 de fevereiro, entre as 15:00 e as 18:00, no Instituto do Vinho e da Vinha, em Águeda. Esta é a oportunidade de participar na renovação do Parque da Alta Vila: o seu parque… agora com a sua marca!

Para mais informações contate já hoje a Câmara Municipal de Águeda através do telefone 234 610 070 (ext. 433) ou envie um email para incubadora.cultural@cm-agueda.pt.

Venha dar asas à sua imaginação no Parque da Alta Vila! Há vida no Parque…

(Re)Habitar o Parque a partir da Incubadora Cultural
Esta iniciativa da Câmara Municipal de Águeda/Incubadora Cultural de Águeda surge no âmbito do projeto de intervenção e dinamização cultural (Re)Habitar o Parque, tendo sido concebido em novembro de 2012, isto é, antes dos nefastos acontecimentos que feriram profundamente sobretudo a cobertura arbórea do Parque.

Destinado ao Parque da Alta Vila, (Re)Habitar o Parque promoverá, ao longo de 4 meses, novas formas de viver, de usufruir e de habitar o Parque, desde sempre conhecido como o pulmão de Águeda.

Este projeto enquadra-se no programa de Parceria para a Regeneração Urbana da cidade de Águeda PRU – QREN- Mais Centro, na medida em que se pretende desenvolver um programa que envolva os agentes culturais e criativos e a comunidade, de modo a potenciar novas relações com este lugar que acolherá, muito em breve, um novo equipamento: a Incubadora Cultural.

Seminário Nacional Eco-escolas 2013 trouxe a Águeda mais de 400 participantes de todo o país

IMG_1113Numa parceria com a ABAE, Águeda reuniu especialistas nacionais em desenvolvimento e educação para a sustentabilidade e ambiente. Um seminário onde foram ainda distinguidas duas escolas Aguedenses pela excelência do projeto desenvolvido.

 

 
Os três dias de trabalho tiveram início com Gil Nadais (Presidente do Município de Águeda) a dar as boas vindas a todos os presentes e a lembrar a importância de todos trabalharem em conjunto para um mesmo fim: um desenvolvimento mais sustentável. O edil Aguedense destacou ainda o papel preponderante das escolas e o trabalho que têm desenvolvido junto “das gerações futuras”. Nuno Lacasta (Presidente da Agência Portuguesa do Ambiente), Luís Filipe Santos (Sub-Diretor da Direção Geral de Educação do Ministério da Educação) e José Archer (Presidente da Associação Bandeira Azul da Europa – ABAE), foram ainda outros dos intervenientes. A sessão de abertura terminou com a entrega dos diplomas de qualidade às escolas. A Escola Básica 2,3 Fernando Caldeira de Águeda e a Escola Básica 2,3 de Valongo do Vouga foram distinguidas com diplomas de qualidade de excelência.
O período da manhã terminou com o painel dedicado à Educação e Sustentabilidade, com Luísa Schmidt (ICS/CNADS), Susana Escária (APA), Hélia Marchante (ESAC/IPC & Centro de Ecologia Funcional/Universidade de Coimbra) e Fátima Alves (Universidade de Aveiro/CESAM), com moderação de Francisco Teixeira (APA). O segundo dia continuou com a apresentação de boas práticas e troca de experiências entre municípios, escolas e instituições.
Apesar das condições climáticas adversas, foram cerca de 150 os participantes na saída de campo, uma visita guiada por técnicos do Município e que levou o grupo a conhecer parte do património natural e cultural Aguedense, em particular a Pateira de Fermentelos e Macieira de Alcôba. Entre os participantes ficou a vontade de regressar!
Mais informações sobre o Seminário e eventos paralelos
Quer ser uma Eco-escola? Veja o vídeo

IMG_1157 IMG_1144 IMG_1133 IMG_1130 IMG_1161 IMG_1125 IMG_1110 IMG_1095 IMG_1128 IMG_1113 Cartaz

25 a 27 de janeiro :: 400 participantes no Encontro Nacional do Programa Eco-Escolas em Águeda

O Seminário Nacional Eco-Escolas 2013 decorrerá este ano em Águeda, estando prevista a participação de cerca de 400 profissionais ligados à educação para a sustentabilidade.

Destaque para a presença confirmada de Luísa Schmidt (socióloga investigadora principal do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa), Paul Peace (de Malta; tem desenvolvido trabalho a nível europeu em educação para a sustentabilidade), Mata do Buçaco, Projeto 100.000 árvores, entre muitos outros.

Três dias de atividades possibilitarão aos participantes o contato com a cidade de Águeda, o conhecimento da Pateira de Fermentelos a par de diversas atividades que visam a capacitação e troca de experiências acerca das melhores práticas em educação ambiental para a sustentabilidade.

Existirão momentos de comunicações temáticas, boas práticas em Eco-Escolas e em municípios, ateliers práticos tipo oficina e ainda fóruns de discussão inter-pares (escolas com escolas e câmaras com câmaras). Em paralelo várias exposições e Eco-mostra.

Durante o Seminário serão apresentados os sub-projetos desenvolvidos pela ABAE para a rede Eco-Escolas – Brigada Verde; Eco-repórter da Energia; Concurso Eco-Código e a Geração Depositrão, entre outros, bem como abordadas as visitas às escolas. Serão ainda divulgados projetos de outras entidades.

No dia 27, domingo realizar-se-á uma visita no Concelho de Águeda com saída de campo (passeio pedestre).

O programa detalhado pode ser consultado em:http://www.abae.pt/programa/EE/seminario/2013/index.php?p=programa

A partilha de boleias é uma das iniciativas promovidas pela organização do Encontro que está a cargo da Associação Bandeira Azul e do Município de Águeda.

As inscrições podem ser feitas online ou através do formulário disponível, enviado para ecoescolas@abae.pt

Consulte a página do evento em http://www.abae.pt/programa/EE/seminario/2013/

O Programa Eco-Escolas, apoiado pela Comissão Nacional onde estão presentes diversas entidades, constitui a maior rede nacional de educação ambiental para a sustentabilidade contando em Portugal com mais de 1300 escolas que integram a rede internacional (FEE) de mais de 11 milhões de estudantes em 52 países do mundo.

Cartaz

2.ª edição do Prémio Águeda 21

Prémio Águeda: Destacar a excelência, premiar a sustentabilidade
Os Compromissos de Águeda pela Sustentabilidade foram propostos pelos cidadãos, instituições, escolas, e diversas entidades, convidando os cidadãos e as organizações para a ação. Esta deve estar centrada no desenvolvimento de iniciativas e/ou projetos que contribuam para os 10 Compromissos de Águeda pela Sustentabilidade.
Procurando incentivar este processo, a Câmara Municipal de Águeda lança a nova edição do Prémio ÁGUEDA 21 que irá recompensar e reconhecer as iniciativas que mais contribuem para a melhoria da sustentabilidade em Águeda!

Saiba mais em breve!