Adota 500 metros do teu rio: adere ao Projeto rios!

Diapositivo4A população mundial ultrapassou em 2011 o limiar dos 7 biliões de pessoas e estima-se que até 2050 cresça mais 2 biliões. O crescimento da população humana está, entre outros fatores, associado a práticas pouco sustentáveis na exploração dos recursos naturais, e tem colocado em causa o equilíbrio dos ecossistemas.

A água é um elemento essencial, desempenhando um papel fundamental na vida e equilíbrio destes ecossistemas. É necessário desenvolver uma consciência ecológica e trabalhar no sentido de melhorar o conhecimento do meio envolvente com vista a um desenvolvimento mais sustentado.

O envolvimento dos cidadãos na conservação dos espaços fluviais, é fundamental! O Projeto Rios, cuja dimensão é já internacional, assenta precisamente na participação social para a conservação de rios, ribeiras e lagos, procurando acompanhar os objetivos apresentados na Década da Educação das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável e contribuindo para a implementação da Carta da Terra e da Diretiva Quadro da Água. A importância da ‘Proteção dos Recursos Hídricos’ foi ainda um dos aspetos salientados pela população Aguedense e entidades locais, estabelecendo-a como um dos Compromissos de Águeda com a Sustentabilidade: 4 – Proteger os recursos hídricos.

Todos podem fazer a diferença na conservação e preservação da qualidade da água não só com a adoção de práticas e padrões de consumo mais equilibrados, e conforme é largamente difundido, mas também, saindo de “casa”, e atuando diretamente no recurso hídrico e na sua envolvente. É este convite que o Projeto Rios lança a todos (escolas, escuteiros, empresas, instituições, entidades públicas e privadas, cidadãos e famílias) e procurando:
1. Promover a ligação afetiva da população ao espaço ribeirinho e à comunidade local;
2. Promover a reflexão participada com a finalidade de criar um intercâmbio de estratégias e metodologias de educação ambiental nas zonas ribeirinhas;
3. Criar um espírito de cooperação entre os grupos envolvidos inscritos, fomentando a troca de ideias e experiências em torno de preocupações referentes às zonas de estudo;
4. Monitorizar e inspecionar troços de um rio ou ribeira, com vista à avaliação do grau de qualidade da linha de água adotada;
5. Implementar ações que promovam a melhoria do rio ou ribeira adotado (no mínimo uma ação por ano);
6. Sensibilizar a comunidade para a adoção de estratégias promotoras de mudanças conceptuais, com vista à melhoria do ambiente em geral e das linhas de água em particular;
7. Organizar ações, atividades e eventos para a promoção, divulgação e discussão sobre a água e a importância dos ecossistemas ribeirinhos;
8. Levar a demais comunidade local a adotar um papel ativo na defesa do ambiente e na redução dos impactes negativos de algumas ações do Homem nos ecossistemas ribeirinhos;
9. …

No concelho de Águeda o Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga já aderiu ao Projeto Rios e adotou um troço do rio Marnel, na freguesia de Valongo do Vouga.

Saiba mais sobre o Projeto Rios em AQUI!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: