Águeda assina o compromisso “Mayors Adapt”

No passado dia 16 de outubro o Presidente da Câmara Municipal de Águeda, Dr. Gil Nadais em representação do município e dos aguedenses assinou o compromisso “Mayors Adapt” na cidade de Bruxelas.

O compromisso “Mayors Adapt” surge no contexto do movimento europeu “Pacto de Autarcas”. A iniciativa, cuja adesão é de caráter facultativo, contou com a participação de mais de uma centena de cidades. O desafio, lançado em março pela Comissão Europeia, ultrapassou largamente as expetativas criadas acerca do número de cidades signatárias.

“Mayors Adapt” permitirá aos autarcas assinantes usufruir de uma plataforma de intercâmbio de informação no referente ao combate das alterações climáticas globais, de cooperação e sensibilização dos cidadãos em matéria de adaptação às novas realidades do clima e às consequências decorrentes das alterações climáticas.

Após a cerimónia de assinatura do compromisso, os participantes puderam discutir estratégias de preparação das cidades, para o impacto negativo das alterações climáticas, trocar experiências relativamente à implementação de boas práticas.

A adesão à iniciativa “Mayors Adapt” facilita o acesso das autarquias a apoios para atividades locais que visem o combate, mitigação ou minoração dos efeitos perniciosos do clima. Além de Águeda, entre outras cidades signatárias, encontramos Lisboa, Nápoles, Paris, Barcelona, Glasgow e Copenhaga. Se considerarmos que, globalmente, a população urbana se encontra em expansão e que as cidades são os pólos de concentração de infraestruturas diversas, conseguimos descortinar o elevado impacto positivo que políticas locais bem orientadas para a implementação de medidas adequadas para o combate às alterações climáticas, poderão ter sobre o bem comum.

Nova imagemDr. Gil Nadais com a Primeira Comissária de Ação Climática da UE, Connie Hedegaard
Nova imagem1Cerimónia de assinatura do Compromisso “Mayors Adapt”. Fonte: EU Climate Action
Anúncios

Sessões de Educação e Sensibilização para a sustentabilidade nas Escolas de Águeda

Decorreram nos dias 23, 24 e 25 de setembro, em diversas Escolas do Município de Águeda, as sessões de educação e sensibilização para a sustentabilidade.

A ativação do projeto foi realizada em meados de setembro com o envio de uma árvore autóctone (carvalho-alvarinho) a todas as escolas envolvidas, juntamente com um convite à participação das mesmas nas atividades do projeto Agência para a Sustentabilidade e Competitividade – Região de Aveiro.

ASC1_1_725_999

 

As primeiras ações de sensibilização realizaram-se no município de Águeda e contaram com um forte empenho de toda a comunidade escolar, tendo o envolvimento de todos excedido a expectativa tendo surgido novas solicitações, endereçadas pelas escolas à Autarquia, para se repetirem estas ações para mais alunos e noutras escolas do agrupamento.

.
Entre outros, os alunos foram convidados a construírem a maqueta da (sua) cidade sustentável e a participarem numa caça ao tesouro. Estas foram as primeiras iniciativas destas sessões de educação e sensibilização para a sustentabilidade e que contarão ainda com mais ações e o apoio de uma Plataforma TIC onde constam outras iniciativas, protocolos, inquéritos ambientais, fichas informativas, a caracterização e perfil energético das escolas envolvidas, entre outros elementos que apoiam o desenvolvimento de escolas e comunidades mais sustentáveis.

 

ASC_1_725_999

Dia das Bandeiras Verdes | Galardão Eco-Escolas 2014

No âmbito do programa Eco-Escolas da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE/Fee), apoiado pelo Município de Águeda, foram galardoadas 8 escolas deste concelho (E.B. 2,3 de Valongo do Vouga, EB de Águeda + Jardim de Infância, Escola Básica Fernando Caldeira, Escola Básica nº 2 de Aguada de Cima, Escola EB1 de Mourisca do Vouga, Escola Secundária Adolfo Portela, Instituto Duarte de Lemos e o Centro Social Infantil de Aguada de Baixo) com a Bandeira Verde, como reconhecimento do trabalho para  sustentabilidade, desenvolvido junto das comunidades escolares.

O evento decorreu no Pavilhão Desportivo Municipal de Vila Nova de Gaia no dia 15 de outubro e contou com a presença de cerca de 4.000 pessoas, entre alunos, professores, municípios e outros convidados.

bkg-home

O Eco-Escolas é um programa internacional que pretende encorajar acções e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no âmbito da Educação Ambiental. Fornece fundamentalmente metodologia, formação, materiais pedagógicos, apoio e enquadramento ao trabalho desenvolvido pela escola.

Mais uma vez, foi reconhecido todo o esforço e mérito das Eco-Escolas de Águeda.

Águeda participa nos «Open Days»

Numa iniciativa integrada no projeto RUCI – Agência para a Sustentabilidade e a Competitividade – Região de Aveiro, a CIRA juntamente com os 11 municípios que a integram, participaram de 6 a 9 de outubro nos “Open Days”, dinamizada anualmente pela Comissão Europeia.

Os Open Days – Semana Europeia das Regiões e Cidades, realizam-se desde 2003, sendo que, ao todo, já participaram mais de 90.000 pessoas. É considerado como um evento chave para as autoridades regionais e locais, estando desta forma enquadrado nos pressupostos e objetivos da Agência para a Sustentabilidade e a Competitividade da Região de Aveiro.

Reúne regiões e cidades de toda a Europa, proporcionando aos participantes uma grande oportunidade para partilhar a sua capacidade para gerar crescimento e postos de trabalho, contribuindo para a execução da política de coesão da UE, juntamente com outras políticas com impacto territorial, e para demonstrar a importância do nível local para o bem da Governação Europeia.

 Na edição de 2014, à semelhança de anos anteriores, realizaram-se 100 Workshops, seminários e debates integrados no programa principal do OPEN DAYS 2014.

Durante a manhã do dia 8 de outubro decorreu uma sessão de trabalho, organizada pela Agência para a Sustentabilidade e a Competitividade, na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia, com os Conselheiros da Representação Permanente e de representantes da Comissão Europeia, com o objetivo de melhor perceber a mais-valia das funções que desempenham, na perspetiva de crescimento da CIRA e de melhor aproveitar as ferramentas disponíveis para promover o desenvolvimento sustentado na região.

Todo este trabalho visa o reforço da capacidade de gestão e de intervenção dos Municípios e da CIRA, contribuindo para a maximização da eficiência coletiva da Região de Aveiro, numa fase de enorme importância para a preparação da utilização dos Fundos Comunitários 2014/2020.

1