Dia Mundial das Zonas Húmidas comemorado na Eco-Escola Fernando Caldeira

apresentac_a_o__1dmzh2017_1_725_999

Mais de 100 alunos envolvidos nas atividades dinamizadas pelo Município de Águeda na Escola Básica Fernando Caldeira em sessão de sensibilização ambiental.

No seguimento do projeto Escolas Sustentáveis, e apoiando o desenvolvimento do programa Eco-Escolas, o Município de Águeda tem dinamizado diversas atividades junto das escolas do concelho, envolvendo neste ano letivo cerca de 1600 alunos, pertencentes aos vários agrupamentos de Águeda.

As sessões são dinamizadas por técnicos do Município associando-se outros especialistas convidados pela Câmara Municipal de Águeda para enriquecer estas sessões teóricas e práticas. A temática de resíduos, biodiversidade, energia, eficiência hídrica, entre outras, tem sido abordada nas ações de sensibilização para o ambiente e sustentabilidade realizadas no âmbito destes projetos.

No passado dia 2 de fevereiro na Escola Básica Fernando Caldeira, foi dinamizada uma sessão subordinada à Biodiversidade e envolveu alunos e professores do 1.º e 2.º ciclo do ensino básico na discussão sobre a importância dos ecossistemas e habitats de zonas húmidas, com particular destaque para a importância das zonas húmidas concelhias: Pateira de Fermentelos, várzeas dos rios Águeda e Cértima e o rio Vouga.

Focou-se a importância das zonas húmidas para a redução de risco de catástrofes naturais, explorando o conceito de salvaguarda natural contra desastres assumido por estas, bem como os benefícios que representam estas áreas para comunidades e populações envolventes: a riqueza decorrente da elevada diversidade biológica, a regulação do ciclo hidrológico (mitigando os efeitos de cheias e períodos de seca), a prevenção da erosão do solo são, entre outras, funções apresentadas pelos ecossistemas de zonas húmidas e que desta forma promovem o bem-estar global.

Para complementar as atividades propôs-se aos alunos participantes a realização de uma dinâmica lúdico-pedagógica, onde o desafio passou por criar uma pequena peça de teatro.

Jorge Almeida, Vice-Presidente do Município salienta que, “é importante sensibilizar as novas gerações para a necessidade de preservar habitats que, como a Pateira de Fermentelos, muito contribuem para a preservação da qualidade de vida dos aguedenses, não só pelo seu valor estético como ainda pela capacidade de mitigar os efeitos das alterações climáticas a nível local”.

Conhecer para preservar! Descobre aquela que é uma das maiores lagoas naturais da Península Ibérica, Águeda espera por ti!

Para mais informações dv-as@cm-agueda.pt

2

Anúncios

Uma resposta

  1. […] das Zonas Húmidas    Sessão da Dr.ª Marina Ascensão CMÁgueda      Agenda21 10H15,  EB Fernando Caldeira , no Auditório sabia que ÁGUEDA é  zona Ramsar ? + : […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: