Município de Águeda viu Aprovada Candidatura ao Programa LIFE para Valorização do Rio Águeda

Imagem1_1_725_999.png

 

A candidatura visa a promoção da Qualidade Ecológica, da Continuidade Fluvial e da Sustentabilidade Económica, num investimento de 3,3 milhões de euros no rio Águeda, liderada pela Universidade de Évora, da qual o Município de Águeda é parceiro.

Foi recentemente contratualizado com a Comissão Europeia o projeto LIFE ÁGUEDA – Ações de conservação e gestão para peixes migradores na bacia hidrográfica do Vouga (LIFE16 ENV/PT/000411), que tem como objetivo principal a mitigação de obstáculos que estejam a limitar o habitat disponível para os peixes migradores no rio Águeda e melhoria da sua qualidade. Estas intervenções, a par com outras na área da gestão ripícola e da pesca, irão sobretudo beneficiar peixes migradores como o sável e a lampreia-marinha, que apresentam elevado valor socioeconómico e conservacionista.

Com um orçamento de cerca 3,3 milhões de euros e arranque formal no próximo dia 1 de agosto de 2017, o projeto é financiado a 60% pelo Programa para o Ambiente e a Ação Climática (LIFE), e cofinanciado com 300.000 euros pela EDP – Gestão da Produção de Energia S.A., tendo por alvo a implementação de soluções demonstrativas e inovadoras associadas aos objetivos da Diretiva Quadro da Água.

Com coordenação e supervisão técnico científica da Universidade de Évora e apoio do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, o projeto integra ainda como entidades parceiras, que irão desempenhar tarefas e trabalhos específicos, também financiados pelo LIFE, o Município de Águeda, o Município de Mora / Fluviário de Mora, a DOCAPESCA – PORTOS E LOTAS S.A. e a empresa de projeto AQUALOGUS – Engenharia e Ambiente, Lda.

Com a assinatura de contrato concluída, a reunião de pré-arranque do projeto teve lugar no passado dia 8 de junho e marcou o início dos trabalhos, que serão desenvolvidos ao longo dos próximos 5 anos, numa calendarização conjunta e integrada, esperando-se para início de agosto os primeiros trabalhos.

Gil Nadais, edil Aguedense, refere que “há 12 anos que procuramos voltar a cidade para o seu rio, valorizando-o e dinamizando-o. Com esta candidatura e os trabalhos previstos, as condições ecológicas e ambientais serão ainda mais melhoradas, habitats ripícolas recuperados e o rio ficará certamente melhor para a sua biodiversidade, mas também para ser vivido pelas pessoas”.

Para saber mais:
sobre o projeto LIFE-ÁGUEDA: Pedro Raposo (pmra@uevora.pt) / Catarina Mateus
(csmateus@fc.ul.pt, 919678462); Luis Jordão (luis.jordao.lemos@gmail.com, 939200733); e Divisão de Ambiente e Sustentabilidade da Câmara Municipal de Águeda (Célia Laranjeira – dv-as@cm-agueda.pt)
sobre o Programa LIFE: http://ec.europa.eu/environment/life/index.htm
sobre o Programa LIFE em Portugal: Isabel Lico, Agência Portuguesa do Ambiente
(life@apambiente.pt)
sobre a Diretiva Quadro da Água em Portugal: http://www.apambiente.pt/dqa/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: