JORNADAS INTERNACIONAIS DE TURISMO | 7 e 8 DE JULHO :: ÁGUEDA

ATT00001_1_725_999

Anualmente Águeda projeta-se para o mundo através do evento AgitÁgueda. Este é conhecido pela instalação dos guarda-chuvas coloridos, fazendo de cada rua um recanto único, onde se descobrem artistas e obras de arte urbana, que são já uma referência nacional e internacional. É com esta dinâmica que a Câmara Municipal organiza as Jornadas Internacionais de Turismo | Águeda 2017, que decorrerão de 7 a 8 de julho de 2017, no Centro de Artes de Águeda.

Nesta edição, serão promovidas sessões de networking e troca de experiências, entre projetos de relevância nacional e internacional, boas práticas na área do turismo e do marketing digital. Está confirmada a presença de diversos bloggers, agentes e comitivas, nomeadamente do Brasil, Cabo Verde, Espanha e Açores, estando reunidas as condições ideais para um evento de sucesso e promotor de novas oportunidades de negócios!

Participa nas Jornadas de Turismo mais coloridas de Portugal: Águeda, 7 e 8 de julho de 2017, e surpreende-te!

As inscrições são gratuitas, mas de caráter obrigatório para o email dv-as@cm-agueda.pt , até ao dia 04 de julho de 2017.

 

JET-10-WEB-01

JET-10-WEB-02

Programa

Semana do Ambiente & Sustentabilidade 2017

No âmbito da Semana do Ambiente e Sustentabilidade, a Câmara Municipal de Águeda vai dinamizar um conjunto de atividades que procuram mobilizar diversas entidades e cidadãos para uma cidadania mais ativa e interventiva, geradora de uma mudança positiva.

sem_amb4

sem_amb4_prog

Consulte o Programa Semana do Ambiente e Sustentabilidade 2017!

Casa do Ambiente de volta à EB de Valongo do Vouga

P1270140_1_725_999

 

No âmbito da comemoração do Dia da Terra e do programa Eco-Escolas, o Município de Águeda, em colaboração com a Casa do Ambiente da ERSUC, promoveu 16 sessões de sensibilização ambiental e educação para a sustentabilidade na Escola Básica de Valongo do Vouga.

A Casa do Ambiente esteve de dia 24 a 28 de abril na EB de Valongo do Vouga. Nas 16 sessões realizadas, 325 alunos do pré-escolar ao 5.º ano ficaram a conhecer todo o processo de gestão de resíduos, em particular o processo de separação, deposição e encaminhamento dos resíduos depositados nos ecopontos. Durante as sessões foram distribuídos aos alunos kits de reciclagem oferecidos pelo município, sensibilizando-os para a contribuição que podem e devem dar para o correto encaminhamento dos resíduos.
A Casa do Ambiente é uma estrutura móvel adaptada para sessões, que tem como finalidade sensibilizar as pessoas, particularmente os mais jovens, para a necessidade de aproveitar, reutilizar e reduzir a produção de resíduos urbanos, especialmente os recicláveis tais como cartão/papel, embalagens metálicas, plástico e vidro. A ideia é procurar contribuir para a defesa do ambiente e para o aumento da qualidade de vida, diminuindo o confinamento ou a destruição irreversível dos resíduos urbanos.

Águeda celebra o Dia da Terra com Caminhada da Sustentabilidade

semana_amb_suste_1_725_999

No dia 21 de abril, Águeda comemorou o Dia da Terra com uma caminhada sustentável pelas artérias da cidade, que envolveu 270 alunos da EB de Águeda/Chãs e da EB Fernando Caldeira.

A Caminhada da Sustentabilidade resulta de uma parceria entre o projeto Eco-Escolas do Agrupamento de Escolas de Águeda e o Município de Águeda. Desde 2009 que a autarquia promove e apoia a realização de diversas atividades que visam assinalar o Dia Mundial da Terra, que se celebra a 22 de abril, criado em 1970 pelo senador norte-americano Gaylord Nelson para protestar contra a poluição, depois do desastre petrolífero de Santa Bárbara, na Califórnia, em 1969.

Os alunos partiram das escolas para uma caminhada pela cidade rumo ao Largo do Município, onde o grupo, à semelhança de anos anteriores, se juntou simbolizando um “abraço ao Planeta”. Além da caminhada, os alunos expuseram cartazes alusivos aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) e mensagem de sensibilização ambiental.

A iniciativa teve como objetivos divulgar a importância de andar a pé, enquanto mobilidade sustentável em meio urbano e alertar a comunidade de Águeda para os ODS. Também se inseriu no âmbito das Global Action Days, que visam dar a conhecer várias ações e projetos em prol do ambiente que as eco-escolas realizam no seu dia-a-dia, em especial as que têm mais intervenção na comunidade escolar e/ou envolvente.

Objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS)
Foram concluídas em agosto de 2015 as negociações que culminaram na adoção, em setembro, dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), por ocasião da Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável. Processo iniciado em 2013, seguindo mandato emanado da Conferência Rio+20, os ODS deverão orientar as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional nos próximos quinze anos, sucedendo e atualizando os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).

grafico_1_725_999

Objetivo 1 – Erradicar a pobreza
Objetivo 2 – Erradicar a fome
Objetivo 3 – Saúde de qualidade
Objetivo 4 – Educação de qualidade
Objetivo 5 – Igualdade de género
Objetivo 6 – Água potável e saneamento
Objetivo 7 – Energias Renováveis e Acessíveis
Objetivo 8 – Trabalho Digno e Crescimento Económico
Objetivo 9 – Indústria, inovação e infraestruturas
Objetivo 10 – Reduzir as desigualdades
Objetivo 11 – Cidades e comunidades sustentáveis
Objetivo 12- Produção e Consumo Sustentáveis
Objetivo 13 – Ação Climática
Objetivo 14 – Proteger a Vida Marinha
Objetivo 15 – Proteger a Vida Terrestre
Objetivo 13 – Ação Climática
Objetivo 14 – Proteger a Vida Marinha
Objetivo 15 – Proteger a Vida Terrestre
Objetivo 16 – Paz, Justiça e Instituições Eficazes
Objetivo 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos

4ª Edição do Prémio Águeda 21 – Candidaturas até 31 de março de 2017

Candidaturas até 31 de março de 2017

 

EDIÇÃO 2017 DO PRÉMIO ÁGUEDA 21: A DESTACAR A EXCELÊNCIA E A PREMIAR A SUSTENTABILIDADE!

Desde 2011 que o Prémio Águeda 21 procura destacar a excelência e premiar a sustentabilidade, tendo já apoiado projetos cujo montante global ultrapassa os 500.000,00€.

PremioAgueda21Final

O Prémio ÁGUEDA 21 faz parte da Agenda 21 Local deste Município, na qual toda a comunidade é chamada a apresentar iniciativas e/ou projetos que contribuem positivamente para a concretização dos 10 Compromissos de Águeda pela Sustentabilidade.

Conforme refere Gil Nadais, Presidente da Câmara Municipal de Águeda, este prémio foi “criado para se tornar num estímulo à excelência e um reconhecimento das atividades da sociedade para a sustentabilidade do município de Águeda”, completa ainda “o desenvolvimento do nosso território depende de todos nós: instituições, empresas, cidadãos!”. Desde a sua primeira edição, 19 entidades submeteram projetos distintos mas com um denominador comum: a promoção do desenvolvimento sustentável da comunidade.

Até dia 31 de março, podem apresentar candidatura ao Prémio ÁGUEDA 21 cidadãos que moram e/ou trabalham e/ou estudam no Concelho de Águeda, bem como organizações, designadamente estabelecimentos de ensino, empresas, entidades privadas sem fins lucrativos, organizações não-governamentais, associações e autarquias. As candidaturas devem ser apresentadas, em formato digital, através do envio do formulário de candidatura devidamente preenchido e que se encontra disponível, tal como o regulamento, na página web do projeto https://agueda21.wordpress.com/premio/. Pode ainda consultar a versão impressa no GAM – Gabinete de Atendimento ao Munícipe da Câmara Municipal de Águeda.

Para esta edição do Prémio são elegíveis as iniciativas e/ou projetos que tenham sido iniciados a partir de 1 de janeiro de 2016. Os vencedores podem ganhar até 2.000,00€ na categoria Organizações, e até 500,00€ na categoria Famílias.

Participe! Águeda 21 somos todos nós!

Links disponíveis:

Regulamento Prémio ÁGUEDA 21

Formulário de Candidatura

Prémio Águeda 21

Folheto de divulgação

Carta de Compromisso Águeda

Águeda adere à Hora do Planeta 2017

HoraSi_mbolo_1_725_999

A “Hora do Planeta” é uma iniciativa global ambiental em parceria com a WWF que começou em 2007 em Sidney, na Austrália, quando 2,2 milhões de pessoas e mais de 2.000 empresas apagaram as luzes por uma hora numa tomada de posição contra as mudanças climáticas.

Em 2016 foram mais de 110 municípios que participaram nesta iniciativa, sendo hoje considerada como a maior campanha ambiental do mundo, mobilizando milhares de milhões de pessoas em mais de 8.000 cidades e vilas em 178 países e territórios incluindo Portugal.

Indivíduos, empresas, governos e comunidades são convidados a desligarem as suas luzes durante uma hora no sábado, dia 25 de março de 2017 às 20h30 para mostrarem o seu apoio à ação ambientalmente sustentável.

No âmbito da evolução da campanha “Hora do Planeta” e do conceito ‘faltam 60 noites para a Hora do Planeta’, o Município de Águeda compromete-se desligar por 60 minutos, durante a Hora do Planeta, e prolongando para o fim-de-semana, a iluminação exterior de edifícios municipais, em particular do edifício dos Paços do Concelho, Posto de Turismo e Piscinas Municipais, tratando-se de uma ação importante e simbólica, à qual o município adere devido às suas preocupações ambientais e de promoção da eficiência energética.

Gil Nadais, edil Aguedense, “convida ainda todos os cidadãos, empresas, entidades a simbolicamente aderirem a esta ação” mas também a “implementarem soluções e comportamentos que promovam uma maior poupança energética nas suas casas, instituições, empresas”.

Águeda e a eficiência energética

O Município de Águeda no âmbito dos compromissos de sustentabilidade assumidos, nomeadamente na área da eficiência energética, tem promovido algumas intervenções na rede de iluminação pública e em diversos edifícios municipais, de forma a melhorar a gestão destes, promover a eficiência energética e, como tal, obter reduções ao nível dos consumos energéticos. Com vista a contribuir para a redução da fatura energética de vários edifícios municipais, o Município de Águeda instalou recentemente mais 11 unidades de produção de energia para auto consumo (UPAC).

Com esta medida além de se obter uma redução do consumo energético e correspondente diminuição de custos com a fatura energética de cada edifício, obtêm-se igualmente reduções das emissões de CO2 e de outros gases de efeito de estufa, contribuindo desta forma para o cumprimento dos objetivos nacionais e internacionais em matéria de alterações climáticas.

Pensar global, agir local! Águeda 21, somos todos nós!

Saiba mais em: http://www.wwf.pt/o_que_fazemos/hora_do_planeta/

1

Dia Mundial das Zonas Húmidas comemorado na Eco-Escola Fernando Caldeira

apresentac_a_o__1dmzh2017_1_725_999

Mais de 100 alunos envolvidos nas atividades dinamizadas pelo Município de Águeda na Escola Básica Fernando Caldeira em sessão de sensibilização ambiental.

No seguimento do projeto Escolas Sustentáveis, e apoiando o desenvolvimento do programa Eco-Escolas, o Município de Águeda tem dinamizado diversas atividades junto das escolas do concelho, envolvendo neste ano letivo cerca de 1600 alunos, pertencentes aos vários agrupamentos de Águeda.

As sessões são dinamizadas por técnicos do Município associando-se outros especialistas convidados pela Câmara Municipal de Águeda para enriquecer estas sessões teóricas e práticas. A temática de resíduos, biodiversidade, energia, eficiência hídrica, entre outras, tem sido abordada nas ações de sensibilização para o ambiente e sustentabilidade realizadas no âmbito destes projetos.

No passado dia 2 de fevereiro na Escola Básica Fernando Caldeira, foi dinamizada uma sessão subordinada à Biodiversidade e envolveu alunos e professores do 1.º e 2.º ciclo do ensino básico na discussão sobre a importância dos ecossistemas e habitats de zonas húmidas, com particular destaque para a importância das zonas húmidas concelhias: Pateira de Fermentelos, várzeas dos rios Águeda e Cértima e o rio Vouga.

Focou-se a importância das zonas húmidas para a redução de risco de catástrofes naturais, explorando o conceito de salvaguarda natural contra desastres assumido por estas, bem como os benefícios que representam estas áreas para comunidades e populações envolventes: a riqueza decorrente da elevada diversidade biológica, a regulação do ciclo hidrológico (mitigando os efeitos de cheias e períodos de seca), a prevenção da erosão do solo são, entre outras, funções apresentadas pelos ecossistemas de zonas húmidas e que desta forma promovem o bem-estar global.

Para complementar as atividades propôs-se aos alunos participantes a realização de uma dinâmica lúdico-pedagógica, onde o desafio passou por criar uma pequena peça de teatro.

Jorge Almeida, Vice-Presidente do Município salienta que, “é importante sensibilizar as novas gerações para a necessidade de preservar habitats que, como a Pateira de Fermentelos, muito contribuem para a preservação da qualidade de vida dos aguedenses, não só pelo seu valor estético como ainda pela capacidade de mitigar os efeitos das alterações climáticas a nível local”.

Conhecer para preservar! Descobre aquela que é uma das maiores lagoas naturais da Península Ibérica, Águeda espera por ti!

Para mais informações dv-as@cm-agueda.pt

2

4.ª Edição – Prémio Águeda 21

EDIÇÃO 2017 DO PRÉMIO ÁGUEDA 21: A DESTACAR A EXCELÊNCIA E A PREMIAR A SUSTENTABILIDADE!

 

Desde 2011 que o Prémio Águeda 21 procura destacar a excelência e premiar a sustentabilidade, tendo já apoiado projetos cujo montante global ultrapassa os 500.000,00€.

 

Abertas as candidaturas até 31 de março de 2017.

 

O Prémio ÁGUEDA 21 faz parte da Agenda 21 Local deste Município, na qual toda a comunidade é chamada a apresentar iniciativas e/ou projetos que contribuem positivamente para a concretização dos 10 Compromissos de Águeda pela Sustentabilidade.

Conforme refere Gil Nadais, Presidente da Câmara Municipal de Águeda, este prémio foi “criado para se tornar num estímulo à excelência e um reconhecimento das atividades da sociedade para a sustentabilidade do município de Águeda”, completa ainda “o desenvolvimento do nosso território depende de todos nós: instituições, empresas, cidadãos!”. Desde a sua primeira edição, 19 entidades submeteram projetos distintos mas com um denominador comum: a promoção do desenvolvimento sustentável da comunidade.

Até dia 31 de março, podem apresentar candidatura ao Prémio ÁGUEDA 21 cidadãos que moram e/ou trabalham e/ou estudam no Concelho de Águeda, bem como organizações, designadamente estabelecimentos de ensino, empresas, entidades privadas sem fins lucrativos, organizações não-governamentais, associações e autarquias. As candidaturas devem ser apresentadas, em formato digital, através do envio do formulário de candidatura devidamente preenchido e que se encontra disponível, tal como o regulamento, na página web do projeto https://agueda21.wordpress.com/premio/. Pode ainda consultar a versão impressa no GAM – Gabinete de Atendimento ao Munícipe da Câmara Municipal de Águeda.

Para esta edição do Prémio são elegíveis as iniciativas e/ou projetos que tenham sido iniciados a partir de 1 de janeiro de 2016. Os vencedores podem ganhar até 2.000,00€ na categoria Organizações, e até 500,00€ na categoria Famílias.

Participe! Águeda 21 somos todos nós!

Links disponíveis:

Regulamento Prémio ÁGUEDA 21

Formulário de Candidatura

Prémio Águeda 21

Folheto de divulgação

Carta de Compromisso Águeda

Semana Europeia da Mobilidade e Dia Europeu Sem Carros – “Águeda + B”

logo_agueda_b_1_725_999

“Águeda + B” – Instituto do Vinho e da Vinha

Esta Semana é comemorada em Águeda há vários anos, juntando-se o município aos demais que, por todo o país e Europa, se multiplicam na promoção de ações para uma mobilidade mais sustentável, onde ganha destaque a bicicleta.

Este ano e sob o tema “Mobilidade inteligente. Economia forte”, Águeda destaca-se pela dinamização do Águeda + B (Águeda + bicicletas). De 23 a 25 de setembro serão várias as iniciativas originais, eventos, exposições e workshops em torno da bicicleta, que juntarão no IVV e pela cidade, público em geral, associações, empresas, universidades, entre outros.

 

programa_2016

Votação dos 26 projetos finalistas do OP-Águeda até 30 de setembro

Os 26 projetos finalistas do Orçamento Participativo de Águeda (OP-Águeda) encontram-se em período de votação, de 1 a 30 de setembro, os votos podem ser eletrónicos, através da Plataforma Participativa, ou presenciais, no Gabinete de Atendimento ao Munícipe ou nas Sessões de Votação organizadas nas freguesias.

Cada cidadão – com 16 ou mais anos, natural e/ou residente no concelho de Águeda, bem como os que estão afetos por razões académicas – tem direito a eleger dois projetos que considere prioritários para o Município. Os 26 projetos estão categorizados por âmbito municipal e freguesia, distribuídos por 5 áreas: Reabilitação e Requalificação urbana; Desporto e Bem-estar; Turismo, Comércio e Promoção Económica; Cultura; e, Ambiente e Sustentabilidade.

Segundo Gil Nadais, Presidente da Autarquia e da Comissão do Orçamento Participativo, na segunda edição “foi introduzida a obrigatoriedade de os votos serem em projetos e freguesias diferentes, de modo a obrigar os votantes a olhar para a globalidade dos projetos e a atribuírem um voto de solidariedade com as freguesias vizinhas”.

Nesta 2ª edição, os dois votos podem ser usados em qualquer uma das vias: voto pela internet ou voto presencial.
Os projetos serão admitidos até ao limite máximo de 500.000€ e serão integrados nas grandes opções do Orçamento e Plano para 2017.

Para votar pela internet:
O voto pela internet é realizado na Plataforma Participativa em http://orcamentoparticipativo.cm-agueda.pt .

O interessado deve primeiramente registar-se preenchendo integralmente os campos pedidos no formulário.
Caso tenha utilizado o cartão de cidadão para efetuar o registo, ou seja recenseado no concelho, poderá exercer o seu voto de imediato. Caso contrário, terá de aguardar a validação do registo pelo administrador da plataforma.
A votação por esta via encerra às 23h59 do dia 30 de setembro.

Para votar presencialmente:
O voto presencial pode ser realizado diariamente no Gabinete de Atendimento ao Munícipe, localizado na Câmara Municipal de Águeda, todos os dias, entre as 8h30m e as 16h30m, sem interrupção para almoço.

Para o efeito o cidadão deve apresentar o cartão de Cidadão (ou Bilhete de Identidade e Cartão de Contribuinte), sendo atribuído um código PIN, que permitirá aceder ao boletim de voto eletrónico. Após a votação será necessário preencher a ficha de caraterização do votante.

As sessões de votação nas Freguesias decorrem das 21h às 23h30, nos seguintes dias e locais:

  • Antiga sede da JF de Óis da Ribeira/ARCOR – 5 de setembro;
  • Antiga sede da JF de Agadão – 7 de setembro;
  • Antiga sede da JF de Aguada de Baixo – 9 de setembro;
  • Sede da Junta de Freguesia de Fermentelos – 12 de setembro;
  • Sede da JF no Préstimo – 14 de setembro;
  • Sede da Junta de Freguesia de Aguada de Cima – 16 de setembro;
  • Antiga sede da JF de Espinhel – 19 de setembro;
  • Sede da Tuna Mourisquense 1º de Janeiro – 21 de setembro;
  • Clube Macinhatense – 23 de setembro;
  • Sede da JF de Valongo do Vouga – 26 de setembro;
  • Sede da União de Freguesias de Águeda e Borralha – 28 de setembro;

A listagem dos 26 projetos a votação pode ser consultada na íntegra no edital do dia 9 de agosto, que se encontra disponível no site do Município de Águeda e na Plataforma Eletrónica do Orçamento Participativo.

projetos_votacao_1_725_999