Projecto “Agricultura – Semente de Sustentabilidade“

“Agricultura – semente de sustentabilidade” pretende promover a qualidade de vida da população, assim como as boas práticas agrícolas e a responsabilidade social, na medida em que é dirigido a todas as pessoas que queiram tirar partido da prática agrícola enquanto uma actividade de subsistência.

Dinamizado pela Autarquia, o projecto quer atrair para o sector agrícola cidadãos com menos recursos económicos, em situação de desemprego ou que pretendam desenvolver a actividade agrícola em part-time, promovendo competências profissionais e potenciando a geração de rendimentos para as famílias.

O sucesso deste projecto depende do envolvimento de todos – Município, Juntas de Freguesia, Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), Cooperativas Agrícolas, Associações Locais e potenciais formandos das acções de formação.

Continuar a ler

Anúncios

Águeda recebe Workshop sobre Agenda 21 Local

O encontro da Rede de Cidades Médias da União Europeia (Rede CIUMED) sobre Agendas 21 Locais terá lugar em Águeda, no dia 7 de Junho.

Tendo por tema “A implementação da Agenda 21 em cidades médias: balanço e perspectivas”, o workshop servirá para partilhar experiências, sucessos e aspectos menos conseguidos em diferentes processos de Agenda 21 Local.
O encontro, destinado a representantes e técnicos de cidades médias europeias, será um espaço de partilha de experiências e de reflexão crítica dos diferentes processos. A organização do encontro cabe à Câmara Municipal de Águeda e à Direcção da Rede CIUMED.

Programa do workshop “A implementação da Agenda 21 em cidades médias: balanço e perspectivas”

Para mais informações e inscrições (obrigatórias) clique aqui.

A Rede CIUMED é uma rede de cidades médias que tem como principal objectivo promover um sistema policêntrico e equilibrado de cidades que apostem no desenvolvimento sustentável e na constante melhoria da qualidade de vida dos seus cidadãos.

Reunião do Grupo Coordenador de Águeda 21

No dia 23 de Março, pelas 14h30, realizou-se na Câmara Municipal de Águeda uma reunião do Grupo Coordenador de Águeda 21. O encontro de trabalho serviu para fazer um ponto de situação das acções já desenvolvidas, no âmbito desta Agenda 21 Local, e para planear os próximos passos.

O encontro serviu ainda para analisar os 10 Compromissos de Águeda pela Sustentabilidade, que resultaram da auscultação pública iniciada com os Fóruns Participativos Águeda 21, e para que os elementos do Grupo Coordenador identificassem os projectos da autarquia a incluir no futuro Plano de Acção da Autarquia Aguedense.

Continuar a ler

Águeda voltou a apagar as luzes pelo Planeta

Pela terceira vez, Águeda respondeu ao apelo mundial da WWF e apagou as suas luzes na Hora do Planeta 2011.

A Câmara Municipal de Águeda, no âmbito da Agenda 21 Local, convidou todos os Aguedenses a aderir a esta iniciativa, apagando as luzes por uma hora (ou mais) para assim combater o aquecimento global. As luzes exteriores do edifício da Câmara Municipal foram apagadas mais do que o tempo determinado, evidenciando simbolicamente o compromisso do Município de Águeda de intervir activamente na luta contra as alterações climáticas.

A participação na Hora do Planeta é um exemplo de compromisso com o combate às alterações climáticas e todos os Aguedenses que aderiram a esta iniciativa demonstraram já estar a adoptar práticas sustentáveis concretas no seu dia-a-dia. Neste caso, na redução da pressão sobre os recursos naturais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida de todos.

Continuar a ler

Relatórios dos Fóruns Participativos

Já se encontram disponíveis, para consulta pública, os relatórios dos Fóruns Participativos – Águeda 21.

Os encontros, realizados a 17 de Dezembro de 2010 e a 12 de Janeiro de 2011, na Escola Secundária Marques de Castilho, permitiram identificar os temas que a comunidade Aguedense considera mais importantes para o desenvolvimento sustentável do seu Concelho, bem como, algumas acções a levar a cabo para melhorar a qualidade de vida de todos.

A realização de dois fóruns permitiu segmentar o público-alvo de cada sessão, tendo o primeiro encontro sido para todos os interessa. Já o segundo encontro destinou-se aos próprios alunos da Escola Secundária.

Para consultar o relatório da primeira sessão  “Fórum Participativo Águeda 21” clique aqui.

Para consultar o relatório da sessão para jovens clique aqui.

Escolas do Concelho criam hortas biológicas

EB1 de Águeda

A EB 1 de Águeda e a EB1 de Mourisca do Vouga, no âmbito dos seus projectos educativos, criaram pequenas hortas biológicas nos canteiros das próprias escolas.

Além de promoverem a preservação do ambiente, a cidadania e a qualidade de vida estas acções permitem alertar a comunidade escolar para questões relacionadas com a educação ambiental e alimentar.

Eb1 de Mourisca do Vouga

A horta da EB1 de Águeda, parte integrante do projecto “À Flor da Terra”, é um “laboratório vivo” que tem permitido diversificar o ensino e a aprendizagem dos alunos.

Na EB1 de Mourisca a horta da escola faz parte das actividades do programa Eco-Escola e além de instrumento pedagógico serve para produzir alimentos que são posteriormente consumidos pelos alunos, professores e funcionários.

Dia Mundial da Floresta assinalado em Espinhel

Foto: André Brandão

O Dia Mundial da Floresta (21 de Março) foi assinalado pela Escola EB1/Jardim-de-Infância de Espinhel com a realização de um passeio pedestre na zona do parque da Pateira de Espinhel.

Foram observadas aves e árvores características desta zona e todos ficaram a conhecer a foz do Rio Cértima. O grupo de alunos foi ainda surpreendido com a visita dos Bombeiros Voluntários de Águeda, que aproveitaram para sensibilizaram as crianças para a importância da prevenção dos incêndios florestais.
Já no recinto da escola, os alunos plantaram algumas árvores de fruto, oferecidas pela Junta de Freguesia de Espinhel e por um encarregado de educação.

Estas actividades, desenvolvidas no âmbito do Projecto Educativo do Agrupamento de Escolas de Fermentelos e do Projecto Eco-Escolas, entre outros, contribuem para que os jovens usufruam de novas experiências e de contactos directos com a natureza, como referido pelo professores.