Águeda distinguida em Programa Europeu pela Estratégia de Participação Pública

URBACT_PresidGN_3Outubro2017_1_725_999

Distinção foi entregue em Tallinn no Festival Internacional de Cidades URBACT, em que Águeda apresentou ao longo de três dias o “Orçamento Participativo de Águeda (OP-Águeda)”, como um processo transversal a toda a atividade autárquica, onde as tecnologias coabitam com espaços de participação presencial, de modo a incluir pessoas com mais de 16 anos naturais ou residentes no concelho, bem como estudantes, na definição dos investimentos considerados prioritários.

Ao longo de três dias, a capital da Estónia recebeu o Festival Internacional de Cidades do programa europeu URBACT que juntou mais de 497 cidades de 29 países de toda a europa. A delegação aguedense foi chefiada pelo Presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais e composta ainda pela coordenadora do Orçamento Participativo de Águeda, Daniela Herculano e o Técnico Superior de Comunicação, Luís Arruda.

Na cerimónia de entrega de prémios que decorreu no Tallinn Creative Hub – Kultuurikatel, Águeda recebeu a distinção pelo seu projeto no âmbito da Participação Pública, que já havia sido premiado em 2016, como a Melhor Prática Participativa Nacional, da Rede de Autarquias Participativas.

O Presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, aproveitou a ocasião para afirmar a circunstância de “mais um momento feliz para Águeda e para toda a equipa do Orçamento Participativo” e que vem “premiar o trabalho que temos desenvolvido ao longo dos últimos anos na área da Participação Pública, envolvendo os cidadãos nas atividades da autarquia e na definição do seu orçamento”.

O OP-Águeda vai na sua 3.ª edição, revelando-se um processo que abrange toda a atividade do governo local. A Comissão do OP é composta por todos os Chefes de Divisão e Unidades Técnicas e um membro da Assembleia Municipal, sob a coordenação do Presidente da Câmara. Cada edição do OP-Águeda, dois ciclos, com a duração de 1 ano: o ciclo de definição orçamental e o ciclo de execução orçamental. As propostas recebidas, pela internet ou através de sessões participativas, são digitalizadas e inseridas numa aplicação informática. Este processo pode ser feito em casa pelo proponente, usando os serviços web disponíveis (website ou APP).

Uma avaliação dos impactos dos dois anos de OP-Águeda conclui que os cidadãos estão particularmente preocupados com os seguintes temas: meio ambiente, turismo, desporto, urbanismo e educação. É importante ressalvar que aproximadamente 80% dos projetos não faziam inicialmente parte das opções do Município do Plano de Desenvolvimento Estratégico para 2013-2017.

Águeda deu a conhecer ainda, durante os três dias do Festival, a “Boa Prática” distinguida nas várias sessões de apresentação que tiveram lugar em Tallinn, aproveitando igualmente para mostrar o caminho que o concelho tem feito no âmbito da Modernização Administrativa, Transparência e Confiança do/no cidadão.

O programa URBACT permite às cidades trabalharem em conjunto para o desenvolvimento de soluções sustentáveis para os principais desafios urbanos, partilhar experiências, numa lógica de gestão urbana integrada, através do estabelecimento de redes de transferência de boas práticas e partilha de conhecimento. O URBACT, criado em 2002, é financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e os seus parceiros, bem como os estados membros da União Europeia.

Anúncios

Quercus promove ação de voluntariado no Projeto Cabeço Santo

QuercusCabecoSantoOutubro_1_725_999

No dia 14 de outubro, a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza promove mais uma ação de voluntariado no Projeto Cabeço Santo, em Belazaima do Chão, Águeda, projeto este que conta com o apoio da Câmara Municipal de Águeda.

Os voluntários poderão dedicar-se à apanha de bolota, à rega de árvores e ao arranque e descasque de acácias.

Esta será mais uma oportunidade para conhecer o Projeto e ajudar a recuperar o Caramulo. Com esta ação pretende-se promover nos voluntários o gosto pela floresta, através da tomada de consciência do papel ativo que podem ter na reflorestação das áreas ardidas e invadidas por plantas invasoras.

Os voluntários podem inscrever-se através do e-mail cabecosanto@quercus.pt, ou através do n.º 966551372.

A organização oferece o almoço e o lanche.

Observação de Aves na Pateira de Fermentelos :: 7 de outubro 2017

Na semana em que se comemora o EuroBirdwatch17, a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza e a Câmara Municipal de Águeda juntam-se para realizar mais um evento de observação de aves na Pateira de Fermentelos.

Nos últimos anos, a Pateira de Fermentelos tornou-se um dos locais de observação de aves mais visitados da zona centro do país, assumindo hoje um papel estratégico do ponto de vista paisagístico, turístico e ecológico da região, sendo possível observar espécies com elevado estatuto de conservação e proteção.

O Birdwatching Pateira pretende celebrar a riqueza e beleza das aves existentes na Pateira, realçando a sua importância para os ecossistemas, e tendo como objetivo o promoção da conservação dos seus habitats.

A atividade realiza-se no próximo sábado, dia 7 de outubro. Das 9:00 às 12:30, os participantes poderão fazer uma visita guiada acompanhados por um especialista em aves, em Óis da Ribeira.

A atividade é gratuita e está aberta a todos os interessados.

O ponto de encontro é o Parque de Óis da Ribeira, com as coordenadas GPS: 40.575802, -8.511817.

Aconselha-se o uso de calçado confortável para percorrer um percurso de 4 quilómetros e vestuário apropriado para as condições meteorológicas que se façam sentir na altura. O vestuário deverá ter cores discretas.

As inscrições devem ser efetuadas até ao dia 6 de outubro, através do e-mail aveiro@quercus.pt ou do telemóvel 966551372.

Para mais informações, contactar:

A Direção do Núcleo Regional de Aveiro da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza – 966551372 | aveiro@quercus.pt

NotaImprensaFoto__1_725_999

Município de Águeda Recebe Prémio ECO XXI

Nova imagem

 

A Autarquia de Águeda foi distinguida com o 4º lugar nos Prémios ECO XXI, cerimónia que decorreu no passado dia 28 de setembro, no Centro de Congressos do Estoril.

Foram 46 os municípios distinguidos com o galardão, num total de 53 municípios candidatos, e mais uma vez Águeda está entre os premiados. De acordo com os dados divulgados na cerimónia realizada em Cascais, pela Associação Bandeira Azul da Europa, promotora da iniciativa, a Câmara Municipal de Águeda atingiu uma pontuação superior a 80% no somatório dos diversos indicadores, o que lhe valeu a atribuição do 4º lugar.

São 21 os indicadores para a entrega deste galardão, entre eles estão a promoção da educação ambiental, a participação pública e a agenda 21 local, informação disponível aos munícipes, certificação em sistemas de gestão de qualidade, o emprego, o ordenamento do território, qualidade do ar e da água, para consumo humano, tratamento dos resíduos urbanos e mobilidade sustentável, entre muitos outros que são importantes.

Desde que foi iniciada a implementação da Agenda 21 Local que o Município de Águeda tem sido galardoado com este prémio. Este facto demonstra que a autarquia continua a investir nesta área que se revela cada vez mais crucial no desenvolvimento da sociedade.

 

Câmara de Águeda recebe Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta 2017”

_F5A1888_1_725_999

O Presidente da Câmara de Águeda, Gil Nadais, recebeu no passado dia 18 de setembro, das mãos da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta 2017”, em reconhecimento das boas práticas implementadas pela autarquia para a promoção e utilização da bicicleta enquanto meio de transporte sustentável.

Na oportunidade, Gil Nadais salientou que “a Câmara de Águeda tem vindo a desenvolver diversas iniciativas efetivas com vista à promoção da utilização quotidiana da bicicleta, destaco o projeto beÁgueda – bicicleta elétrica de Águeda que ainda antes de implementado foi premiado pela organização transeuropeia EnergieCities, mas porque sabemos que a alteração de hábitos e criação de novos depende da educação levámos a educação para a mobilidade suave e em duas rodas até às escolas do nosso concelho, em conjunto com a dinamização de eventos promotores da bicicleta não apenas na vertentes desportiva mas também no dia-a-dia. Isto para além do regresso ao nosso concelho da pujança da indústria das duas-rodas com a fixação de empresas nacionais e estrangeiras, como a Fritz Jou de Taiwan, que fazem de Águeda um verdadeiro Bike Valley!”

A Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB) decidiu criar, em 2006, o Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta” de forma a reconhecer publicamente o contributo de determinadas entidades ou pessoas individuais que tenham promovido a utilização da bicicleta nas suas múltiplas vertentes, através da criação ou melhoria de condições e facilidades em Portugal e/ou da divulgação de iniciativas fomentadoras do uso deste veículo não motorizado.

No âmbito da atribuição do Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta” são anualmente consideradas categorias como: Autarquias, Cidadania, Comunicação Social, Empresas e Clubes, Ativismo e Intervenção Social, Dinamização Cultural da Bicicleta, Entidades Públicas. O Prémio é simbólico e constituído por peças em vidro artesanal português.

A cerimónia pública de entrega da 12.ª Edição do Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta” teve lugar no Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Lisboa, integrado no programa da FPCUB para a Semana Europeia da Mobilidade que decorre entre os dias 16 e 22 de setembro.

Águeda participa na Semana Europeia da Mobilidade e Dia Europeu Sem Carros

cartaz_mobilidade_2017_WEB_1_725_999.JPG

Anualmente, e desde 2000, o Município de Águeda adere às comemorações da Semana Europeia da Mobilidade / Dia Europeu Sem Carros, com o objetivo de sensibilizar a população para a necessidade de alterar comportamentos mais amigos do ambiente.

Após o sucesso do Dia Europeu Sem Carros (DESC)em 2000 e 2001, foi em 2002 que implementou-se a Semana Europeia da Mobilidade (SEM). Anualmente, a partir do dia 16 de setembro, assinala-se a SEM culminando no DESC a 22 de setembro.

Durante esta semana os cidadãos europeus têm a oportunidade usufruir de atividades dedicadas à mobilidade sustentável com o objetivo de salientar os benefícios da mobilidade ativa, bem como suscitar um debate alargado sobre a necessidade da mudança de comportamentos relativamente à mobilidade, em particular no que toca à utilização do transporte automóvel individual.

O lema da edição de 2017, que contará com a adesão de 50 países a nível global e com 56 municípios portugueses, é “A partilhar chegamos mais longe”.

O Município de Águeda tem-se associado a esta iniciativa e o ano de 2017 não será exceção.

Um Dia Sem Carros em Águeda, ou com menos carros, é o desafio que é colocado aos cidadãos. Utilize os parques de estacionamento periféricos, faça deslocações curtas a pé ou de bicicleta. Utilize meios de mobilidade sustentável: caminhada e ciclismo, sem esquecer transportes públicos e partilha de veículos.

A nossa cidade junta-se assim aos demais que, por todo o país e Europa, se multiplicam na promoção de ações para uma mobilidade mais sustentável.

Inscreva a sua ação individual e saiba mais em: http://www.mobilityweek.eu/

A nossa escolha individual conta!

Audiência de Interessados da Lista de Propostas Admitidas e Excluídas

OP-_gueda_1_725_999.png

 

A Comissão de Análise das Propostas formuladas no âmbito do Orçamento Participativo de Águeda (OP-Águeda) reuniu no passado dia 4 de agosto, com a finalidade de decidir a elegibilidade dos projetos apresentados.

Semanalmente, a equipa reuniu-se para proceder à análise das 35 propostas – 2 propostas mais pontuadas das 10 apresentadas por via eletrónica, bem como as 33 propostas saídas das sessões participativas que se realizaram entre os dias 9 de maio e 13 de junho, ao longo de onze sessões nas juntas/uniões de freguesia.

A Comissão Técnica concluiu que 15 dos projetos são considerados elegíveis, sendo 20 os não elegíveis. Durante o processo de auscultação dos proponentes houve uma proposta que foi retirada pelos autores: a Requalificação do Parque da Redonda.

O Edital com a lista provisória das propostas elegíveis e não elegíveis, bem como o fundamento de exclusão, está disponível para consulta na Plataforma Participativa do OP-Águeda (http://op.cm-agueda.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=39581), de forma a que no prazo de 10 dias úteis, possam ser apresentadas eventuais reclamações pelos interessados. As reclamações serão analisadas e informadas pela Comissão de Análise das propostas, cabendo a decisão do recurso ao Executivo Municipal. Terminado este processo, é divulgada a lista final dos projetos que passam à fase de votação.

As propostas que reúnam as condições de elegibilidade são transformadas em projetos que, posteriormente, serão colocados a votação, categorizados por âmbito territorial (Freguesia e Município).

O calendário da fase de votação das propostas finalistas decorrerá após as eleições autárquicas de 1 de outubro próximo, com os projetos finalistas a serem expostos para conhecimento dos cidadãos nas Uniões/Juntas de Freguesia e na Câmara Municipal.

Os cidadãos dispõem de 2 votos, estando a Plataforma Participativa preparada para um sistema de votação através de tablets e APP, mantendo assim o papel fora da fase de votação.

Com o objetivo de aumentar o número de votos e de facilitar o processo de votação, cada cidadão pode usar os seus dois votos em qualquer um dos tipos de votação: na plataforma online em http://orcamentoparticipativo.cm-agueda.pt, ou nas sessões a decorrer nas juntas/uniões de freguesia.