Dia Mundial das Zonas Húmidas comemorado na Eco-Escola Fernando Caldeira

apresentac_a_o__1dmzh2017_1_725_999

Mais de 100 alunos envolvidos nas atividades dinamizadas pelo Município de Águeda na Escola Básica Fernando Caldeira em sessão de sensibilização ambiental.

No seguimento do projeto Escolas Sustentáveis, e apoiando o desenvolvimento do programa Eco-Escolas, o Município de Águeda tem dinamizado diversas atividades junto das escolas do concelho, envolvendo neste ano letivo cerca de 1600 alunos, pertencentes aos vários agrupamentos de Águeda.

As sessões são dinamizadas por técnicos do Município associando-se outros especialistas convidados pela Câmara Municipal de Águeda para enriquecer estas sessões teóricas e práticas. A temática de resíduos, biodiversidade, energia, eficiência hídrica, entre outras, tem sido abordada nas ações de sensibilização para o ambiente e sustentabilidade realizadas no âmbito destes projetos.

No passado dia 2 de fevereiro na Escola Básica Fernando Caldeira, foi dinamizada uma sessão subordinada à Biodiversidade e envolveu alunos e professores do 1.º e 2.º ciclo do ensino básico na discussão sobre a importância dos ecossistemas e habitats de zonas húmidas, com particular destaque para a importância das zonas húmidas concelhias: Pateira de Fermentelos, várzeas dos rios Águeda e Cértima e o rio Vouga.

Focou-se a importância das zonas húmidas para a redução de risco de catástrofes naturais, explorando o conceito de salvaguarda natural contra desastres assumido por estas, bem como os benefícios que representam estas áreas para comunidades e populações envolventes: a riqueza decorrente da elevada diversidade biológica, a regulação do ciclo hidrológico (mitigando os efeitos de cheias e períodos de seca), a prevenção da erosão do solo são, entre outras, funções apresentadas pelos ecossistemas de zonas húmidas e que desta forma promovem o bem-estar global.

Para complementar as atividades propôs-se aos alunos participantes a realização de uma dinâmica lúdico-pedagógica, onde o desafio passou por criar uma pequena peça de teatro.

Jorge Almeida, Vice-Presidente do Município salienta que, “é importante sensibilizar as novas gerações para a necessidade de preservar habitats que, como a Pateira de Fermentelos, muito contribuem para a preservação da qualidade de vida dos aguedenses, não só pelo seu valor estético como ainda pela capacidade de mitigar os efeitos das alterações climáticas a nível local”.

Conhecer para preservar! Descobre aquela que é uma das maiores lagoas naturais da Península Ibérica, Águeda espera por ti!

Para mais informações dv-as@cm-agueda.pt

2

4.ª Edição – Prémio Águeda 21

EDIÇÃO 2017 DO PRÉMIO ÁGUEDA 21: A DESTACAR A EXCELÊNCIA E A PREMIAR A SUSTENTABILIDADE!

 

Desde 2011 que o Prémio Águeda 21 procura destacar a excelência e premiar a sustentabilidade, tendo já apoiado projetos cujo montante global ultrapassa os 500.000,00€.

 

Abertas as candidaturas até 31 de março de 2017.

 

O Prémio ÁGUEDA 21 faz parte da Agenda 21 Local deste Município, na qual toda a comunidade é chamada a apresentar iniciativas e/ou projetos que contribuem positivamente para a concretização dos 10 Compromissos de Águeda pela Sustentabilidade.

Conforme refere Gil Nadais, Presidente da Câmara Municipal de Águeda, este prémio foi “criado para se tornar num estímulo à excelência e um reconhecimento das atividades da sociedade para a sustentabilidade do município de Águeda”, completa ainda “o desenvolvimento do nosso território depende de todos nós: instituições, empresas, cidadãos!”. Desde a sua primeira edição, 19 entidades submeteram projetos distintos mas com um denominador comum: a promoção do desenvolvimento sustentável da comunidade.

Até dia 31 de março, podem apresentar candidatura ao Prémio ÁGUEDA 21 cidadãos que moram e/ou trabalham e/ou estudam no Concelho de Águeda, bem como organizações, designadamente estabelecimentos de ensino, empresas, entidades privadas sem fins lucrativos, organizações não-governamentais, associações e autarquias. As candidaturas devem ser apresentadas, em formato digital, através do envio do formulário de candidatura devidamente preenchido e que se encontra disponível, tal como o regulamento, na página web do projeto https://agueda21.wordpress.com/premio/. Pode ainda consultar a versão impressa no GAM – Gabinete de Atendimento ao Munícipe da Câmara Municipal de Águeda.

Para esta edição do Prémio são elegíveis as iniciativas e/ou projetos que tenham sido iniciados a partir de 1 de janeiro de 2016. Os vencedores podem ganhar até 2.000,00€ na categoria Organizações, e até 500,00€ na categoria Famílias.

Participe! Águeda 21 somos todos nós!

Links disponíveis:

Regulamento Prémio ÁGUEDA 21

Formulário de Candidatura

Prémio Águeda 21

Folheto de divulgação

Carta de Compromisso Águeda

Quercus promove ação de plantação de árvores autóctones no Projeto Cabeço Santo em Águeda

cabecosantoescuteiros_1_725_999

No dia 4 de fevereiro, a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza irá promover mais uma ação de plantação de árvores no Projeto Cabeço Santo, em Belazaima do Chão, Águeda.

Os voluntários poderão plantar carvalhos, sobreiros, castanheiros e medronheiros.

A ação inicia-se às 9:00 e os trabalhos prolongar-se-ão até às 16:00. A organização oferece o almoço e o lanche.

A Quercus convida todos os interessados a inscreverem-se através do e-mail cabecosanto@quercus.pt

Recolha de Propostas do Orçamento Participativo Nacional

2

image_convite_1_725_999_1_725_999

Cerca de 20 Milhões de Euros do Centro 2020 para Empresas do Concelho de Águeda

DCIM100MEDIADJI_0039.JPG

Com 94 empresas financiadas em cerca de 20 milhões de euros, o Concelho de Águeda é, no âmbito da Região de Aveiro, aquele que mais financiamento conquistou do Programa Operacional Regional do Centro – Centro 2020.

Tratam-se de 94 projetos com um apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 20 milhões de euros, que permitem fazer um investimento no Concelho de Águeda superior a 36 milhões de euros, em áreas como a indústria e processos de produção, internacionalização, especialização, e inovação organizacional e estratégica.

Para Gil Nadais, Presidente da Câmara Municipal de Águeda, “estas são boas notícias; em primeiro lugar, porque os projetos aprovados vão estimular o investimento no Concelho de Águeda e, consequentemente, a criação de emprego e de riqueza, e em segundo lugar porque resultam de um processo de selecção rigoroso e correspondem a projetos inovadores, o que contribuirá para diversificação do tecido produtivo neste território.”

Para conhecer os projetos aprovados e financiados pelo Centro 2020 consulte a seguinte página: http://www.centro.portugal2020.pt/index.php/projetos-aprovados

Quercus promove ação de plantação de árvores autóctones no Cabeço Santo, em Águeda

acaoplantacaocabecosanto_1_725_999

No dia 21 de janeiro, a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza promove mais uma ação de plantação de árvores no Projeto Cabeço Santo, em Belazaima do Chão, Águeda.
Os voluntários poderão plantar carvalhos, sobreiros, castanheiros e medronheiros, bem como efetuar corte de rebentação de eucaliptos na área de reconversão.
A ação inicia-se às 9:00 e os trabalhos prolongar-se-ão até às 16:30.

Participe e ajude a cuidar da nossa floresta!

Semana Europeia da Prevenção de Resíduos e Dia da Floresta Autóctone assinalados pelo Município de Águeda

1

No decorrer do presente ano letivo, e dando continuidade ao projeto Escolas Sustentáveis, a Câmara Municipal de Águeda já realizou diversas sessões e atividades temáticas de sensibilização ambiental em escolas do concelho, envolvendo mais de 1500 alunos e restante comunidade educativa dos agrupamentos escolares (EB Fernando Caldeira, EB nº2 de Aguada de Cima, Escola Artur Nunes Vidal de Fermentelos, EB1 e EB 2,3 do Centro Escolar de Valongo do Vouga).

Enquadradas no Dia da Floresta Autóctone foram realizadas 6 sessões de educação ambiental nas escolas dos Agrupamentos de Escolas de Águeda e Águeda Sul, pelas quais se alertou para a importância de preservar a vegetação nativa. A divulgação do Projeto de Recuperação Ecológica do Cabeço Santo foi realizada por representantes do projeto e técnicos do Município, permitindo aos mais de 250 alunos participantes conhecer as técnicas utilizadas para conseguir a recuperação do espaço alocado ao projeto, bem como resultados obtidos nos 10 anos de atividade desta iniciativa.

2

A Semana Europeia da Prevenção da Produção de Resíduos (SEPR) surgiu em 2009, numa iniciativa da União Europeia, para sensibilizar os seus cidadãos para a problemática dos resíduos, em particular a prevenção da sua produção. A valorização de resíduos é uma temática central para garantir a qualidade de vida da população, bem como para o equilíbrio ambiental, o Município de Águeda promoveu a realização de uma multiplicidade de atividades em articulação com os agrupamentos escolares do concelho visando a sensibilização de alunos, professores e funcionários para a importância das atitudes individuais, incentivando a realização da separação seletiva e da reciclagem.

A presença da Casa do Ambiente da ERSUC em duas escolas do concelho permitiu a toda a comunidade conhecer mais sobre a temática da produção, gestão e tratamento dos resíduos, transmitindo conceitos associados a estas matérias através de atividades pedagógicas.

O Presidente do Município de Águeda, Gil Nadais, reiterou o empenho da Autarquia em continuar a trabalhar para termos uma comunidade mas sustentável! Para mais informações contactar a Divisão de Ambiente e Sustentabilidade através do endereço eletrónico dv-as@cm-agueda.pt.